Visitas ao Museu Histórico de Itajaí

Os museus devem ser vistos como “espaço destinado à construção e disseminação do conhecimento na sociedade”.

IMG-20170704-WA0026

Para contextualizar as aprendizagens propostas do material didático da rede CNEC nas disciplinas de História e Geografia,  os alunos dos 2º anos A e B das professoras Heloisa e Jociane realizaram no dia 22 de junho, quinta-feira ,uma  Saída  de Campo no Museu Histórico  Palácio Marcos Konder.

Além dos conteúdos explorados em sala de forma lúdica, as professoras priorizaram a  formação humana, os valores morais , as questões de cidadania, resgatando fatos e fontes históricas.

No prédio de quase 100 anos, os alunos dos 2º anos ficaram impressionados com as tecnologias modernas de áudio, vídeo, luminotécnica e computação, recursos que transformaram a visita em um aprendizado lúdico de imersão no passado do município, com muita interatividade.

As salas temáticas do Museu apresentam visões inusitadas sobre temas distintos: dos primórdios da ocupação humana no Vale do Itajaí às inovações do século XX. Nas salas foi possível conhecer aspectos sobre a imigração, a religiosidade, a arquitetura e o espaço marítimo.

Em cada espaço visitado era um conhecimento adquirido no qual enchiam os olhos das crianças de curiosidade, movidas por admiração e muitos questionamentos sobre a economia de Itajaí. Encantou  um quadro com vídeo de Agostinho Alves Ramos, comerciante que doou terras para fazer o primeiro curato e também o escravo Simeão que foi o construtor da Igreja Imaculada Conceição, ponto zero de Itajaí..

Consolidando os conteúdos da disciplina de Geografia, ambiente natural e modificado, um dos objetos que chamou a atenção das crianças foi a maquete  com os espaços verdes simbolizando uma grande parte da vegetação presente no Itajaí antigamente, na qual fizeram relações com a evolução , crescimento populacional e comercial do município nos dias atuais.

IMG-20170704-WA0018

 

Foi uma “viagem inusitada no tempo” pela arquitetura do município e até mesmo na aquisição de novos conhecimentos.

No retorno ao Colégio realizamos uma roda de conversa: De volta ao passado, onde as crianças participaram do passa ou repassa, perguntas e respostas, sobre a saída de campo ao Museu Histórico.

IMG-20170704-WA0023Contar com a participação e envolvimento dos alunos durante as discussões referentes à saída de campo ao Museu Histórico foi fundamental, pois o trabalho deve dirigir-se ao centro de interesse dos mesmos que deve ser:conversar sobre a veracidade dos documentos e obras ali existentes, as principais formas de preservação desses materiais, da integridade física dos mesmos, do seu papel social com a comunidade, propondo a investigação, aguçando a curiosidade, conseguindo manter uma comunicação verdadeira acerca de um museu.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *